sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

ACSPMRN constata falência da segurança pública no Rio Grande do Norte


A Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar do RN – ACSPMRN dando continuidade a prática de está perto de seus associados e ouvir os anseios e reclamações destes, bem como, atendendo uma solicitação de várias praças, visitou o Pelotão de Polícia Militar de Extremoz.

Durante a visita, o presidente da entidade, o soldado Roberto Campos, juntamente com a sua diretoria, constatou naquela unidade o descaso com que o Governo do Estado tem tratado a segurança pública, em especial, a Polícia Militar do Rio Grande do Norte.

Foram encontradas várias deficiências, onde podemos destacar:
a) A unidade, que é responsável pelo município da Grande Natal, tem apenas uma viatura da Corporação para atender as ocorrências, a qual inclusive se encontra com a manutenção bastante comprometida;

b) Diante da FALÊNCIA do Estado em não disponibilizar viaturas para aquela unidade, a Prefeitura Municipal forneceu 03 carros locados e sem giroflex e sirene para a realização do policiamento na cidade;

c) Devemos ressaltar que, em que pese a iniciativa louvável da Prefeitura Municipal, os veículos sem os equipamentos sonoros e visuais de policiamento ostensivo comprometem o serviço policial militar, haja vista que em um ocorrência não será possível distinguir os veículos usado pelos policiais, bem como, esses veículos não poderão avançar os semáforos e ter livre parada, pois para isso deveria está com sirene e giroflex ligados;

d) Outro aspecto importante é que como os veículos são locados, não é possível a instalação de rádios fixos nos carros, fazendo com que os policiais se utilizem dos HTs velhos que em algumas localidades apresentam interferências. e) O que chamou a atenção também foi o fato de que as munições do pelotão estão limitadas e os policiais estão tendo que fazer verdadeiros malabarismos para realizarem o policiamento municiados.

O que fica evidenciado é que se não fosse a atitude da prefeitura municipal de fornecer veículos locados para o pelotão, o policiamento naquela cidade estaria parado, isso mesmo, o município estaria sem viaturas para o atendimento de ocorrências.

Diante de tanto descaso do Estado com o policiamento naquele município, os policiais militares encontram estímulo para o trabalho na pessoa do comandante daquela unidade, que não mede esforços para tentar possibilitar a seus subordinados um pouco mais de dignidade, de modo que externamos o nosso reconhecimento aquele oficial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário