quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Servidora do TJRN agradece em Boletim a policiais e os denominam de “eternos anjos da guarda”

Uma servidora do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte emitiu uma nota de agradecimento para ser publicada em Boletim Geral da Polícia Militar do RN agradecendo um socorro feito por policiais militares no dia 7 de outubro. Seria mais um agradecimento caso a cidadã, mesmo sem saber os nomes de seus socorristas, fez questão de emitir a nota e qualificá-los como “eternos anjos da guarda”.

De acordo com a nota de Lúcia Helena, servidora do TJRN, a mesma sofreu uma reação alérgica ao ingerir uma medicação, tentando deslocar-se do bairro Satélite até um hospital nas proximidades do Arena das Dunas, aproximadamente uns 5 km. Contudo, devido ao trânsito e com sintomas de um possível edema de glote, Lúcia Helena se deparou com uma viatura. “Vi uma viatura passando por mim, com certeza enviada por Deus”, diz a servidora em sua nota de agradecimento.

“Foi tudo mágico. Entrei na viatura. Eles ligaram a sirene e seguiram rapidamente, ultrapassando carros, cortando sinais com prudência e me entregaram nas mãos do maqueiro”, declara Lúcia Helena. Apesar do atendimento rápido, a cidadã não pôde gravar os nomes dos policiais que a socorreram e que provavelmente evitaram um desfecho trágico. “Não tive como agradecer a estes dois policiais, meus eternos anjos da guarda”, disse. “Por esta razão, solicito, dentro da medida do possível, que esta mensagem seja lida ou registrada em Boletim, para que estes dois anônimos policiais se identifiquem com o caso e saibam o quanto eles foram importantes na minha vida”, completa.

Infelizmente, gestos como esses da cidadã e servidora Lúcia Helena são poucos que reconhecem a nobreza da profissão policial militar e que muitas ações dignas de nota não figuram em boletins nem tampouco na imprensa. Policiais são, assim, heróis anônimos, que salvam vidas todos os dias, mas, ao contrário dos Super Heróis da TV, não possuem uma platéia a cada salvamento.

CONCURSO ESPECIALISTA: Justiça reconhece direito de Soldado a promoção à Subtenente


Nesta semana, o Soldado Eduardo Canuto, presidente da ASPRA, teve reconhecido pela 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte o direito de promoção à Subtenente PM.

No ano de 2008, Canuto ingressou com uma ação cível na 5ª Vara da Fazenda Pública requerendo a alteração de sua graduação de Soldado para Subtenente, alegando “ter seu comportamento classificado como excepcional, já deveria ter sido promovido diversas vezes por merecimento”. Além disso, o Soldado requereu, com pedido de liminar, o pagamento dos vencimentos básicos correspondentes aos vencimentos de Subtenente, bem como a promoção retroativa à esta graduação ao ano de 2007.

Em primeira instância, o Juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública, Airton Pinheiro, julgou improcedente por não ter comprovado o autor da sua participação em processo seletivo na Instituição, requisito essencial para galgar a promoção. No entanto, em grau de recurso, o Soldado Canuto, comprovou ter logrado êxito na aprovação ao participar do processo seletivo à graduação de 3º Sargento Especialista no ano de 1997, fazendo com que no Acórdão dos Embargos de Declaração fosse reconhecido a inércia do Estado quanto à ascensão profissional do Militar. “O ora recorrente submeteu-se à seleção promovida pelo Comando da Polícia Militar no ano de 1997, para 3º Sargento Especialista, sendo que, apesar de haver obtido êxito, não foi efetivado em sua promoção”, consta no Acórdão.

Na oportunidade, foi julgado procedente a adequação da remuneração do Soldado Canuto à do cargo de 3º Sargento Especialista, “condenando o Estado proceder à respectiva implantação em seu contracheque, pagando a diferença pretéritas devidas, respeitadas a prescrição quinquenal”, conclui o Acórdão datado de 11 de setembro de 2014.

Conforme matéria veiculada no site da ASPRA, da qual o Soldado Canuto faz parte, o mesmo teve nesta semana o direito de que sejam realizados os processos seletivos/cursos de formação de modo que o possibilite a ascender ao cargo de Subtenente PM, dando um prazo de 60 dias à Administração Pública para que proceda os atos necessários para cumprimento da decisão.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

ABPMS passa a funcionar em sua sede própria no Bairro Vila Altiva em Caicó


COMUNICADO AOS ASSOCIADOS DA APBMS: Caros associados, decidimos a mudança de horário do expediente da APBMS, que ficará nos seguintes horários: Das 07:00 hs às 11:00hs e das 13:00hs às 17:00hs. A

Ainda comunicamos, que a nossa associação estará aberta aos nossos associados a partir da proxima terça em sua nova sede, que fica na RUA MEMEU VALE, 1601, BAIRRO VILA ALTIVA-CAICÓ- RN. Desde já, agradecemos a compreensão de todos.

domingo, 19 de outubro de 2014

RESTANDO 08 DIAS PARA OS POLICIAIS MILITARES TRABALHAREM NO 2º TURNO DA ELEIÇÃO, GOVERNO DO ESTADO AINDA NÃO PAGOU AS DIÁRIAS DO 1º TURNO

 
 
Policiais Militares do interior do estado ainda não receberam as diárias referente ao 1º turno da eleição, o pagamento foi efetuado somente aos os policiais da região metropolitana com exceção os policiais do 11º Batalhão.

O não pagamento das diárias está deixando a categoria inconformada e indignada com o tratamento diferenciado com os policiais que trabalham no interior em relação aos que trabalham na região metropolitana.

Caso o governo não efetue o pagamento a possibilidade de haver um número alto de ausência de policiais realizando a proteção das urnas e a segurança do pleito durante o 2º turno da eleição. Espero que o governo cumpra o pagamento e a segurança da eleição seja mantida.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Associação dos Praças da PM e Bombeiros do Seridó emite nota de pesar pela morte de Sara Sâmela

 
 
O Presidente da Associação dos Praças da Policia e Bombeiros Militares do Seridó (APBMS), Aderlan Medeiros, vem a público, em nome da diretoria e de todos associados da entidade, externar profundamente a morte da Filha do Policial Militar, Valmir, Lotado na 3ª CIPM de Currais Novos, Sara Sâmera,  que faleceu nesta madrugada, vitima de leucemia.

Sara lutou com todas suas forças contra doença, onde ficou internada no Hospital Varela Santiago em Natal, aguardando o transplante de medula óssea, mas infelizmente a pequenina contraiu uma pneumonia, no qual veio a ocasionar complicações médicas, o que culminou com seu óbito.

“Andar na fé é saber que cada dia é um recomeço. Andar na fé é usar a força e a coragem que habitam dentro de nós, quando tudo parece acabado. Andar na fé é olhar sem termos as portas desconhecidas com a mão estendida para dar e receber”.

À família enlutada e amigos, expressamos nossos mais profundos pesares, desejando que Deus em sua infinita bondade, possa confortar neste momento de tristeza. O corpo de Sophia esta sendo trasladado para o município de Currais Novops, onde ela será velada e sepultada.
 
A Diretoria da APBMS comunica ainda que suas atividades estão suspensas nesta segunda-feira, retomando as atividades normais amanhã (14 de Outubro)

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

POLICIAIS QUE TRABALHARAM DURANTE A COPA DO MUNDO NÃO RECEBERAM AS DIÁRIAS

 
 
A promessa de que ás diárias da copa do mundo iriam ser implantadas de imediato não aconteceu. Desta forma muitos policiais que se dedicaram os 30 dias da copa do mundo trabalhando em sua folga estão revoltados por terem sido enganados mais uma vez.

MUITOS POLICIAIS QUE TRABALHARAM NA ELEIÇÃO NÃO RECEBERAM AS DIÁRIAS

 
 
Vários policiais foram remanejados e trabalharam durante a realização do 1º turno das eleições, sendo que muitos ficaram sem receber as diárias que deveriam ser pagas antes ou durante a locomoção. Sendo assim, será que o policial fica motivado para trabalhar no 2º turno das eleições? Eu acredito que não!

terça-feira, 7 de outubro de 2014

ELEIÇÕES 2014: Divisão deixa categoria policial a 1,6 mil votos da representatividade na Assembleia Legislativa

A Polícia Militar do Estado do Rio Grande ficou a 1,6 mil votos de ter uma representatividade na Assembleia Legislativa. O Major Fernandes que desde o início teve as chances reais de ser eleito pela categoria teve ao todo 25 mil votos, ficando na primeira suplência de sua coligação atrás do último por 1,6 mil votos.

Os demais representantes da Polícia Militar tiveram juntos 5,5 mil votos. O Cabo Jeoás foi o segundo representante da PM mais votado com 2.537 votos, seguido de Sargento Regina (1.200), Soldado Benigno (635), Capitão Araújo (504), Soldado Toscano (502) e Soldado Eduardo Canuto (151). Outros também que possivelmente levaram os votos da categoria foi Dra Kátia Nunes (2.697) e Aldair Rocha (1.705).

Essa segregação de votos, no entanto, cerceou os policiais militares de possuírem um representante na Assembleia Legislativa do Estado. Outro fator destacado pelos PM’s foi o deslocamento dos policiais para outras cidades, o que cerceia seus direitos de votar. Entretanto, apesar de não possuir a representatividade na Assembleia Legislativa, a Polícia Militar do RN conseguiu mostrar sua força, fato este demonstrado pela expressiva votação do Major Fernandes com 25 mil votos.

“Agradeço aos policiais militares, que se uniram em torno de nossa candidatura, que, assim como eu, tiveram a esperança de um representante na Assembleia”, disse o Major Fernandes em sua nota em seu facebook.

Deputado Federal

Para a Câmara Federal, os representantes da Polícia Militar tiveram somados 9.793 votos. O Cabo Heronides foi o candidato mais votado da Polícia Militar, com 4.534 votos, seguido do Sargento Sérgio Pastel (3.512) e Sargento Vantuil (1747).

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

ACSPM exige do Comando que os PMs tenham o direito de votar

A Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do RN – ACSPM/RN, juntamente com a ASSPMBM/RN, se reuniram no início da tarde de hoje (30.09.14), com o Comandante Geral da Polícia Militar para solicitar que sejam criadas facilidades para que os policiais militares empregados na operação ELEIÇÕES possam exercer o direito de votar.

A visita ocorreu depois que inúmeros associados ligaram para as entidades reclamando que não podiam votar por estarem fora do seu domicílio eleitoral, e por isso, todos os anos apenas justificavam o voto.

A partir da iniciativa e fundamentação dos representantes das entidades, ficou acertado que o Comando Geral da Polícia Militar irá publicar uma nota em Boletim Geral da Corporação recomendando aos comandantes de áreas que criem facilidades para que os policiais militares possam exercer a cidadania através do voto.

Essa foi mais uma medida adotada pelas entidades representativas de praças em atendimento ao pleito de seus associados, o que fará com que esses militares possam exercer um direito (o voto) que por muito tempo lhe foi negado

Policiais e Bombeiros Militares do Estado decidem cancelar acampamento no Centro Administrativo

Deliberado por policiais e bombeiros militares do RN em Assembleia Geral realizada no último dia 22, no Clube Tiradentes, o acampamento em frente à Governadoria, que estava programado para o dia primeiro de outubro foi anulado. Isso porque o Governo do Estado cumpriu o prazo do pagamento da primeira parcela de 6% do subsídio, determinado pela Lei Complementar de nº 514/2014. Aprovada no dia seis de junho deste ano, a Lei Complementar prevê a reposição dos subsídios dos praças e oficiais em 32%, valor cujo pagamento será feito de forma escalonada até 2016.

“Por enquanto, o acampamento está suspenso. Vamos aguardar a conclusão do pagamento a todos os pms e bombeiros, inclusive, aos que estão na reserva e pensionistas, até o dia 10 de outubro. Por mais que tenhamos a clareza de que a Lei que determina a reposição dos subsídios foi uma conquista obtida por meio de muita luta, reconhecemos o esforço do Governo do Estado e do Comando Geral das corporações, no sentido de cumprir o prazo previsto em Lei, para o pagamento da primeira parcela aos servidores”, destacou o presidente da Associação de Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBM/RN), Eliabe Marques.

O titular da ASSPMBM/RN também ressalta que os militares estaduais irão acompanhar o cumprimento dos prazos estabelecidos no texto da Lei complementar, para o pagamento das próximas parcelas do subsídio pelo próximo chefe do Executivo estadual. “Não esperamos outra atitude do próximo governo a não ser cumprir com o que já está determinado em lei”, completa. De acordo com o documento, está previsto o pagamento da segunda parcela de 8% do subsídio, em março de 2015, da terceira de 9%, para setembro de 2015 e, finalmente da última de 9% para o mês de março de 2016