sábado, 18 de abril de 2015

APBMS dará apoio jurídico a sócios que tiveram problemas no quadro de acesso a promoções na PM/RN


A diretoria da APBMS na pessoa do seu presidente soldado Aderlan Medeiros, comunica aos associados que tiveram problema na publicação de seus nomes no quadro de acesso às promoções previstas para o próximo dia 21 de Abril, que a associação dará todo o suporte jurídico necessário para tentar a resolução dessas pendências.

Mesmo no final de semana a assessoria jurídica está de prontidão para atender os associados. Para entrar em contato é só ligar para o número: 9653-8877 e falar com o soldado Icaro, o mesmo está apto a dar encaminhamento as reclamações pendentes.

Nesse momento de grande expectativa para todos nós é compreensível o descontentamento dos companheiros que estão enfrentando esses problemas burocráticos, nesse sentido a diretoria pede calma a todos e reitera o compromisso de estar do lado no apoio que se fizer necessário.

terça-feira, 14 de abril de 2015

Vejam a verdade sobre o que foi discutido até aqui entre associações policiais militares e o governo do RN


Na última sexta-feira (10), as associações de praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do RN se reuniram com a Secretária de Segurança Pública e os comandos das corporações militar.

Em pauta estavam a questão dos níveis remuneratórios e a efetivação da LPP, além da criação do novo Estatuto, do Código de Ética e da Lei de Organização Básica da PM.

Comissões

Para estes três últimos pontos que tratam sobre a legislação das corporações, foram criadas as comissões que trabalharão as propostas do Estatuto, Código de Ética e da LOB.

Sobre a LOB, o Comando da PM já teria instituído a comissão que irá tratar da nova lei, inclusive já divulgando uma série de encontros para discutir os principais pontos da nova legislação.

Níveis remuneratórios

De acordo com a nota divulgado pelas associações, ainda não foi apresentado nada de concreto sobre a questão da implantação dos níveis dos policiais.

No entanto, o blog recebeu a informação de que os processos ainda estão sendo elaborados na Diretoria de Finanças da Polícia Militar, a pedido do Governo, para estudar a viabilidade da implantação na folha de pagamento do estado. Apesar de estar sendo divulgado que os níveis seriam atualizados neste mês de abril, ainda não há definição quanto a esta implantação.

Promoções

Outro ponto tratado na reunião foi a efetivação da Lei de Promoção no próximo dia 21 de abril, data em que serão realizadas as primeiras promoções com a nova lei.

De acordo com as associações, o Governo ainda não apresentou o planejamento de como serão realizadas as promoções e que uma reunião seria agendada com o Secretário de Planejamento para tratar dessa questão.

Contudo, o blog recebeu a informação de que o Governo deseja promover apenas as vagas decorrentes de aposentadoria e mortes de policiais, conforme determina a Lei de Responsabilidade Fiscal, em virtude do Estado encontrar-se no limite prudencial.

Em áudio divulgado pelo Sargento Eliabe na rede social do Wathsapp, o mesmo informou que as associações tentam reverter esse quadro até o dia 20.

Nova Assembleia Geral

Com as indefinições do Governo, as associações resolveram remarcar a assembleia geral que aconteceria nesta terça (14) para o próximo dia 22, um dia após às promoções. A Assembleia Geral será realizada às 14h no Clube Tiradentes no dia 22 de abril.

Soldado Gláucia

terça-feira, 7 de abril de 2015

Sócios da APBMS tem novo atendimento odontológico, confiram:


Pensando num melhor atendimento para seus associados e dependentes a diretoria da APBMS firmou convenio com um novo odontólogo na cidade de Caicó. Trata-se do cirurgião dentista Diego César, que veio em substituição ao dentista Felipe, que por questões particulares encerrou o convenio com a associação, ficando portanto agora Diego Cesar e Valéria como odontólogos conveniados aptos a atender a nossa coletividade.

O consultório do dentista Diego Cesar fica num dos andares superiores do prédio da Net informática na avenida coronel Martiniano. A marcação de consultas deverá ser feita nos telefones:9666-2456 ou 8805-0556.

A diretoria da APBMS lembra que antes do atendimento o sócio deve pegar uma autorização na sede da associação, pois o profissional só fará a consulta mediante este documento.

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Oportunidades! Concurso com mais de 200 vagas e salários até R$ 4,5 mil no interior do RN

Foto: Divulgação

De 6 a 26 de abril de 2015, a Prefeitura de Pau dos Ferros, no Rio Grande do Norte, recebe as inscrições de um novo Concurso Público.

Esta oportunidade está em busca de mais de 200 profissionais para assumirem os cargos distribuídos entre os seguintes níveis de escolaridade:

Nível Fundamental: Auxiliar de Serviços Gerais (5); Coveiro (1); Jardineiro (3); Lombador/ Carregador de Carnes (2); Merendeira (6); Operador de Máquinas Pesadas (4); Tratorista (3); e Vigia (6).

Nível Médio/ Técnico: Assistente Administrativo (5); Agente Comunitário de Saúde (6); Agente de Endemias (18); Agente de Gestão de Resíduos Sólidos (6); Técnico em Farmácia (5); Auxiliar de Consultório Odontológico (6); Técnico de Laboratório de Análise Clínica (3); Auxiliar de Secretaria da Procuradoria (1); Fiscal de Obras (2); Fiscal de Meio Ambiente (2); Fiscal de Serviços Urbanos (2); Agente Municipal de Trânsito (3); Motorista Categoria AB (4); Motorista Categoria D (3); Monitor de Recreação (3); Técnicos em Enfermagem/ PSF (9); Enfermagem/ CAPS (1); e Informática (3).

Nível Superior: Arquivista (1); Arquiteto (1); Assistente Social (3); Auditor de Controle Interno (1); Bibliotecário (1); Biólogo (1); Contador (1); Economista (1); Educador Físico/ NASF (1); Educador Físico/ CAPS (1); Enfermeiro (1); Enfermeiro/ CAPS (1); Engenheiro Ambiental (1); Engenheiro Civil (1); Farmacêutico Bioquímico/ Farmacêutico (2); Farmacêutico Bioquímico/ Bioquímico (1); Fiscal de Tributos (2); Fisioterapeuta/ NASF (2); Fisioterapeuta (1); Geógrafo (1); Médico/ PSF (11); Médico Psiquiatra (1); Nutricionista/ Secretaria de Educação (1); Nutricionista/ NASF (1); Odontólogo (5); Área 1/ Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental (32); Professor Área 2/ Anos Finais do Ensino Fundamental nas disciplinas de Educação Física (4); História (1); Arte (2); Matemática (1); Libras (1); Geografia (1); Ciências (1); Área 3/ Suporte Pedagógico à Docência/ Supervisor Pedagógico (4); Psicólogo (2); Terapeuta Ocupacional/ NASF (1); e CAPS (1); Turismólogo (1); Procurador Municipal (2); e Médico-veterinário (1).

Os aprovados neste certame irão trabalhar em jornadas semanais de até 40 horas, com salários que variam de R$ 788, 00 a R$ 4.500,00, conforme a atividade desempenhada. Vale lembrar que no total de vagas oferecidas, estão inclusas as de Pessoas com Necessidades Especiais (PNE).

Se você quer concorrer, inscreva-se a partir das 10h do primeiro dia do prazo, por meio do site da organizadora, www.cpcon.uepb.edu.br, mediante o pagamento das taxas de R$ 50,00; R$ 70,00; e R$ 90,00.

A avaliação dos participantes ocorre por meio de Prova Escrita (todos os cargos), prevista para ser realizada em 31 de maio de 2015, e Provas Prática e de Títulos (apenas para funções específicas).

O prazo de validade do concurso é de dois anos, porém, é possível que este período seja prorrogado, a critério da Prefeitura. Para mais informações, não deixe de conferir o edital completo disponibilizado em nosso site.

Confira aqui o edital.

Jornal de Hoje

segunda-feira, 30 de março de 2015

Plenário aprova aumento de pena para quem matar policial em serviço


O Plenário da Câmara dos Deputados acaba de aprovar um substitutivo ao Projeto de Lei3131/08, que torna homicídio qualificado e crime hediondo assassinar policial, bombeiro militar, integrante das Forças Armadas, do sistema prisional e da Força de Segurança Nacional, quando este estiver em serviço. 

O agravamento do crime também se estende ao cônjuge, companheiro ou parente até 3º grau do agente público de segurança, quando o crime for motivado pela ligação com o agente de segurança. Em todos estes casos, a pena será de reclusão, de 12 a 30 anos. 

O homicídio simples prevê pena menor (reclusão de seis a 20 anos). Atualmente, já é homicídio qualificado o cometido por motivo fútil, mediante encomenda, contra a mulher em razão de sua condição de sexo feminino (feminicídio), entre outros. 

O texto aprovado pelos deputados, que altera o Código Penal (Decreto-lei 2.848/40) e a Lei de Crimes Hediondos (Lei 8.072/90), estabelece também que a lesão corporal cometida contra agentes de segurança em serviço, e seus parentes, será aumentada de um a dois terços. 

O projeto original, do Senado, previa penas maiores tanto para quem matasse o policial como para o policial que matasse alguém. 

Votação de destaque 

O deputado Rubens Bueno (PPS-PR) pediu destaque para votação em separado para retirar do texto o dispositivo que torna crime hediondo a lesão corporal a agentes de segurança e seus parentes. “Crime hediondo para lesão corporal é uma aberração jurídica. Não existe isso em nenhum país do mundo”, disse Bueno, autor do destaque.

Agencia Camara

sexta-feira, 27 de março de 2015

Polícia Militar irá convocar 709 concursados para o curso de formação de praças


O Comando da Polícia Militar (PM) informou que até o fim do mês irá divulgar a relação com os nomes dos 709 convocados para a última fase do concurso para soldado, que seria o curso de formação.

Os exames de saúde foram realizados entre os dias 9 e 23 de dezembro de 2014, de acordo com a convocação via Diário Oficial do Estado (DOE) na publicação de 14 de novembro. Os candidatos aprovados no concurso que forem considerados aptos do ponto de vista clínico, médico e psicológico passarão oito meses no Curso de Formação de Praças (CFP), e só depois serão distribuídos entre as unidades de menor efetivo.

Durante a formação, receberão uma bolsa mensal no valor de um salário mínimo (R$ 788). O comandante da PM lembra que, apesar do Estado ter ultrapassado o limite prudencial, o Governo tem que dispor dos recursos para o CFP, uma vez que a convocação dos concursados para os exames foi determinada pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.

A decisão foi do juiz Cícero Martins, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, atendendo ao pedido feito pela Associação dos Praças da Polícia Militar do RN (Aspra-RN).

O número de convocados equivale a aproximadamente 15% do déficit existente na PM, que atualmente é de 4.800 homens, com base na Lei de Fixação de Efetivo, que para o RN prevê a necessidade de 13.500 policiais. O concurso ocorreu em 2005 e o prazo de validade terminou em 10 de janeiro de 2011.

Fonte - 190 RN

terça-feira, 24 de março de 2015

Associações da PM/RN definem nova data para assembleia unificada: 8 de abril

Associações definem nova data para assembleia unificada: 8 de abril

Após um dia de reuniões, com passagem pelo Gabinete Civil e diretoria do setor pessoal da PM, as associações reunidas definiram o dia 8 de abril como nova data para a assembleia geral unificada, às 15h, no Clube Tiradentes. A nova data substitui a assembleia que estava marcada para o dia 31 de março.

Os policiais esperam que até o final do mês aconteça uma resposta por parte do governo, já que em reunião a Secretária de Segurança, Kalina Leite, se comprometeu em dar retorno à série de demandas apresentadas pelos militares estaduais. Desse modo, as associações acham mais prudente que a assembleia ocorra com o término do mês.

Durante as reuniões e visitas foi verificado que os pareceres, que a Comissão de Promoção de Praças solicitou ao PGE ainda não saíram, mas a comissão segue trabalhando para garantir sua divulgação e publicar o quadro de acesso para as promoções de 21 de abril, no entanto ainda não se sabe a quantidade de policiais que serão promovidos.

Já o requerimento protocolado que pedia o retorno da antiguidade para os PMs anistiados, que participaram do movimento reivindicatório no ano de 2007, foi acatado pelo Governo Estadual e até sexta-feira, dia 27, será publicada a relação de policiais dentro das suas respectivas antiguidades, desconsiderando os 30 dias em função do movimento.

sexta-feira, 20 de março de 2015

Primeira assembléia geral do ano terminou com decisões importantes na APBMS


A APBMS (Associação dos Praças da Policia e Bombeiros Militares do Seridó) esteve reunida na manhã desta sexta-feira (20) em sua nova sede situada no bairro Vila Altiva em Caicó, para discutir junto aos seus sócios assuntos pertinentes a categoria e também prestar contas do trabalho que vem sendo realizado pela diretoria nos últimos meses.

A assembléia geral foi a primeira da associação no ano de 2015, e serviu dentre outros assuntos para tratar de um tema bem polemico: a necessidade e possibilidade de aumento da mensalidade.

Na primeira parte da assembléia os sócios puderam votar sobre a adesão de novos praças que manifestaram desejo de fazer parte da APBMS. Secretamente cada um depositou sua cédula numa urna com seu desejo de sim ou de não, votação que foi apurada pela diretoria após o termino dos trabalhos.

Já na segunda parte foi colocada em pauta a necessidade de aumento da mensalidade, que hoje tem o valor de 35 reais, quantia que está inalterada a cerca de 3 anos. Nesse sentido o soldado Nellison fez uso da palavra destacando alguns gastos operacionais imprescindíveis para o término da construção da sede social, que contará com uma ampla área de lazer e piscina, valores que só poderão ser alcançados com o acréscimo e esforço de todos. Destacou também o pedido da assessoria jurídica em terem suas remunerações ajustadas, e de outros convênios que podem ser firmado e da melhoria dos já existentes.

Conscientes desta necessidade os sócios presentes aceitaram a argumentação dada e concordaram por unanimidade com o aumento da mensalidade, a partir dai começaram as discussões sobre o valor desse reajuste. Algumas propostas surgiram, as mais aceitáveis foram dadas pelo soldado Esdralins, que propôs o aumento de 10 reais, o sargento Sidney que argumentou no sentido de que fosse aumentado 7,50 reais agora e mais 7,50 daqui a dois meses com a apresentação de uma projeção de gastos, e o presidente soldado Aderlan que deu a ideia de que a mensalidade fosse aumentada 15 reais sendo dividida em 3 parcelas de 5, cada uma implantada junto ao aumento do salário da PM, portanto no final deste mês, em setembro e em março do próximo ano.

Por maioria de votos os sócios decidiram por aprovar a proposta dada por Esdralins, ficando assim reajustado o valor da mensalidade de 35 para 45 reais, que será implantado no final do mês de Abril, condicionado a implantação do aumento por arte do governo do estado.

Destaque-se a grande participação dos sócios nessa primeira assembléia, uma das mais participadas desde a criação da APBMS, que possamos continuar assim UNIDOS E FORTES!

quarta-feira, 18 de março de 2015

Número de promoções segue indefinido para 21 de abril na PM/RN


Há pouco mais de 30 dias para a ocorrência da primeira promoção após a entrada em vigor da Lei de Promoção de Praças, o Comando da Polícia Militar ainda não tem um número exato do quantitativo de promovidos para o próximo dia 21 de abril.

De acordo com o Comando da PM, as Comissões de Promoções de Praças e de Oficiais estão se reunindo periodicamente no intuito de confeccionar planilhas para o envio das informações relativas às promoções para o Governo Estadual. Contudo, ainda não há previsão das promoções, mas o Comandante da PM, Coronel Ângelo, já adiantou que o quadro de acesso não é garantia de promoção. “O quadro de acesso é um procedimento normal para todas as promoções, mas nem todos que estarão no quadro de acesso serão promovidos”, disse o Comandante.

Especulações

Há especulações sobre um quantitativo mínimo a serem promovidos, como dos Soldados que já possuem o curso de nivelamento ou do número existente atualmente de vagas em cada graduação. Apesar da Lei de Responsabilidade Fiscal permite a reposição de vagas decorrente de aposentadoria ou morte, há um entendimento de que as vagas existentes poderão ser preenchidas.

Atualmente, para cabo há mais de 1,2 mil vagas na graduação e para 3º sargento mais de 800 vagas. Mesmo com tantas vagas, o Governo pode limitar as promoções em um número inferior as vagas existentes em virtude do limite prudencial e da LRF.

Fonte - Sd Glaucia